O sentido teólogico da Igreja Matriz São Donato

Por sua morte e ressurreição, Cristo tornou-se o verdadeiro e perfeito templo da Nova Aliança e reuniu o povo adquirido. Esse povo santo, reunido pela unidade do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, é a Igreja ou templo de Deus, construído de pedras vivas, onde o Pai é adorado em espírito e verdade. Com muita razão, desde a antiguidade deu-se o nome de “igreja” também ao edifício no qual a comunidade cristã se reúne, a fim de ouvir a palavra de Deus, rezar em comum, frequentar os sacramentos e celebrar a Eucaristia.

Por essa importância do Templo como “casa de Deus” e lugar do encontro com o Senhor, todos os espaços de nossa Igreja Matriz têm um significado espiritual especial: desde a rua, a entrada, as portas, o corredor central, a nave e o presbitério, a capela do santíssimo, do batismo e da confissão, tudo possui um significado teológico e espiritual.

Chegando a nossa Igreja vemos as doze colunas que a sustentam, representando os doze apóstolos, sustentação de nossa fé. Como as portas do povo de Israel foram marcados pelo sangue do cordeiro na libertação do Egito, nossas portas também são marcadas: Na porta lateral ao lado do salão encontramos os dois grandes apóstolos Pedro e Paulo, que também estão nas colunas laterais do altar – Para a nossa fé, Pedro e Paulo são as colunas da Igreja, a fé e a estrutura em Pedro e a fé e a missão em Paulo. Na porta lateral ao lado do auditório encontra-se a imagem de Jesus Cristo como a Palavra de Deus que se fez carne e habitou no meio de nós. Finalmente, na porta central de nossa igreja temos a criação e a nova criação estabelecida com Cristo!

Nosso padroeiro, São Donato, também está muito bem representado: abaixo da porta central, pelo lado de fora, temos o báculo, símbolo de seu ministério como bispo. No final do corredor central temos o cálice, que recorda o principal milagre da história de nosso padroeiro (o cálice quebrado que não derramou o sangue precioso do Senhor). Um lado de nosso presbitério totalmente dedicado a ele: sua imagem, sua relíquia e os documentos que comprovam a veracidade desse sinal.

Assim que entramos na Igreja, passando a porta central, vemos os quatro peixes que estão no chão: eles representam, segundo a tradição da Igreja, os quatro evangelistas (Mateus, Marcos, Lucas e João), também representados nos ícones dispostos embaixo do mezanino de nossa Igreja. Não poderíamos deixar de mencionar este céu que contemplamos diante de nossos olhos: ao entrarmos na Igreja devemos nos sentir no céu – eis nossa intenção. 

Finalmente, mencionamos também todos os vitrais, belamente iluminados para que possam transmitir os eventos centrais de nossa fé, as figuras e símbolos sagrados e as imagens dos santos que fazem parte da nossa vida, nossa história e nossa devoção. Louvado seja Deus por nos permitir contemplar tão grande obra em nossa cidade. Eis a nossa nova Matriz São Donato, a casa de Deus e a nossa casa também! Sejam todos bem vindos a esse templo sagrado, preparado com muito carinho e dedicação a você, querido irmão e querida irmã! 

Abaixo, você pode acompanhar o vídeo contendo o processo da reforma da Igreja e como foi a Santa Missa de reinauguração, presidida por nosso bispo diocesano, Dom Jacinto Inácio Flach, no dia 06/08/2020.