COMUNIDADES

Esperança

Padroeiro (a): 

Senhor Bom Jesus

Conselheiro de Pastoral: 

Luana Votri Manarin dos Santos

Comunidade Esperança

No inicio do século XX com a chegada dos primeiros colonizadores, numa região chamada Seis Maria, pertencendo a Criciúma, as famílias Baselau da Silva, Pedro Machado, João Rodrigues, João Tezza, Santos Castanhete, ............ Simone, José Margot.
Estas famílias reuniam-se para rezarem o rosário aos domingos na casa do Sr. João Tezza.
Com a chegada de um italiano, refugiado da guerra da Itália, o Sr. Luiz ................ veio parar aqui, comprou terras, casou-se e atuava como farmacêutico na região, nesta terra havia uma capelinha chamada Núcleo São Bom Jesus. O mesmo doador das terras do cemitério no qual ele está sepultado.
Com a chegada de outros colonizadores ouve a necessidade de construir uma capela maior. O Sr. João Rodrigues doou um terreno para a construção. Em 1922, e assim foi concluída com ma ajuda de toda a comunidade.
Com a construção da estrada de ferro, em 1924 com a marcação dos kilometros de Tubarão para cá, deu-se o kilometro 40, daí por diante uma localidade chamada 40.
As principais culturas da região eram Engenhos de farinha, de açúcar, alambique, tafonas, cultivavam algodão para tear.
Com este desenvolvimento terminaram a construção da capela, na qual havia só o altar, os bancos e a imagem de São Bom Jesus. O sino era uma barra de ferro e o sinal era batido com o martelo.
Padre Pedro Urlich da Paróquia de Jaguaruna atuou nesta comunidade na década de 1930 até 1950. As missas eram rezadas em latim, e de costas para o povo, pois não havia mesa do altar.
No tempo pascal a comunidade era visitada com a bandeira do Divino Espírito Santo.
Em 1927 o estado construiu uma escola com o nome São Bom Jesus. O Sr. João José de Freitas, atuava como professor, catequista e capelão.
Em 1940 com a chegada de outras famílias. Outros movimentos religiosos como o Apostolado da Oração, criado por Geraldina Cascães, a mesma que doou o Sagrado Coração de Jesus, que foi articulado por 20 anos, depois passou a ser só festejado junto de Santa Luzia.
Em 1940 a Capela São Bom Jesus, ganhou um pequeno sino, um piano e a imagem de Santa Inez, da família Gulguilherme.
Com a chagada do trem horário, o Sr. José Guglielmi solicitou a construção de uma estação da estrada de ferro, ele doa o material e a estação recebe o nome de sua esposa: Esperança, nome com o qual o lugar ficou conhecido.
Em 1950 a Capela São Bom Jesus, deixou de pertencer a paróquia de Jaguaruna e sim a paróquia São Donato de Içara, com o Pároco Padre Boleslau Smilewski. Em 1956 chegava Pe. Bernardo Junkes que atuou com Pároco por 32 anos.
No ano de 1955 a diretoria decidiu construir uma Igreja maior em volta da pequena capela e assim foi concluída com a ajuda da comunidade e comunidades vizinhas.
No ano de 1960 finalizando a obra e a pintura de seu interior, que foi inaugurada no dia da festa do padroeiro São Bom Jesus.
Em 1961 Josefa Estano Bosquete requereu a escola e atual por 21 anos como professora, catequista junto de outros professores, catequistas e rezadeiras.
No ano de 1963 a Igreja ganha à nova mobília. Cada família doou um banco. A família Guglielmi doou o altar, a mesa da Eucaristia, um alto falante e um sino maior que é o atual.
Junto da evangelização, também crescia o desenvolvimento rural, os engenhos a motor, caminhões, tratores, as fumageiras.
Em 1972 a chegada da energia elétrica, a construção do salão que houve muitos bailes. Hoje só festas e casamentos.
Houve três grandes missões, a ultima foi no ano de 1983, com Frei Nelson.
Em 1988 saída do Pe. Bernardo como pároco atuando em seu lugar o Pe. Silvestre Felipe. Depois o Pe. Angelo Galato.
Em 1991 chegava a nossa matriz como pároco o Pe. Oscar Paulo Pietsch que atuou por 14 anos, organizando as pastorais, com cursos, palestras, eventos religiosos; resgatando o passado. Hoje nossa comunidade atua com 17 pastorais.
Em 1995 voltou atuar o Apostolado da Oração, tendo como coordenadora Sirlei Machado Baldissera, com 4 zeladoras e 52 associados.
Em 1996, Pe. Oscar deu como presente nove missas nas primeiras sextas - feiras de cada mês, depois os ministros extraordinários da comunhão da Linha Três Ribeirões passaram a trazer a Eucaristia a nossa comunidade, uma vez por mês durante três anos.
Em 1999 com a chegada permanente da Eucaristia, tendo como Ministro Extraordinário da Comunhão, Cedoni Selinger e hoje outras.
Em 1998 ganhamos a imagem de Nossa Senhora das Graças que passou a ser festejada junto com São Bom Jesus.
Em 2005 Pe. Oscar vai para o mosteiro, em Santa Rosa, Rio grande do Sul. Içara recebe como pároco Padre Marcos Rech e vigário Pe. Samiro, que atuam até o dia de hoje com os trabalhos das pastorais que é intenso com a de dedicação de muitos leigos.

Endereço: 

Bairro Esperança

Telefone: 

(48) 9922-4248

Queridos paroquianos,    Com alegria, por decisão de nosso bispo diocesano, Dom Jacinto Inácio Flach, assumo como pároco de nossa par&...

1º Domingo da Qua...
AMBIENTE O Evangelho de Marcos começa com uma introdução (cf. Mc 1,2-13) destinada a apresentar Jesus. Em três quadros ...